30 de março de 2016

Legend #IDY2016



Atrasadinha com a resenha do I Dare You desse mês, quero falar desse livro incrível pra vocês: Legend. Eu sempre via pessoas comentando sobre ele. "Legend tem que virar filme.'' "É um dos melhores livros que já li!", etc. É óbvio que, quando vi a oportunidade, o escolhi para ler e resenhar para o IDY. Ele se encaixa no tema "escrito por uma mulher" (Marie Lu <3).

Sinopse

Outrora conhecida como a Costa Oeste dos Estados Unidos, a República é hoje uma nação em constante guerra com seus vizinhos, as Colônias. Nascida em uma família de elite em um dos bairros mais prósperos da República, June, de quinze anos, é um prodígio militar. Obediente, entusiasmada e comprometida com seu país, ela está sendo preparada para o sucesso nos círculos mais elevados da sociedade. Nascido nas favelas do setor Lake da República, Day, de quinze anos, é o criminoso mais procurado do país. Mas suas ações talvez não sejam tão mal-intencionadas quanto dizem. Originários de mundos completamente diferentes, os caminhos de June e Day poderiam jamais ter se cruzado. Porém, quando o irmão de June é assassinado e Day se torna o principal suspeito, os dois se veem encurralados em um jogo de gato e rato. Day tenta desesperadamente garantir a sobrevivência de sua família, enquanto June quer vingar a morte do irmão a qualquer preço. No entanto, numa reviravolta incrível, os dois descobrem a verdade sobre o que realmente os uniu e sobre as medidas extremas às quais o país recorre para proteger seus segredos. Pleno de ação, suspense e romance, este primeiro e instigante livro da aclamada trilogia Legend é emocionante da primeira à última página. 


A história

Achei essa sinopse bem completa, então não sei muito o que dizer sem dar spoiler. Vou falar dos personagens: June desconhece da vida pobre. Sempre teve tudo o que queria (materialmente), é um prodígio e vive bem.

Day é quase o seu oposto: tirou uma nota muito abaixo da média na prova, fugiu, se tornou um criminoso e bem, era/é pobre. São realidades bem diferentes. O que eles tem de semelhante é a determinação e a vontade de transformar a sociedade.

Ah, sim! Eu não expliquei sobre a prova:

Aos dez anos, as crianças fazem a Prova que muda o rumo de suas vidas. Se tirarem 1500 pontos (a nota máxima), conseguem inúmeros privilégios: frequentam as melhores universidades, tem uma qualidade de vida excepcional. Vale lembrar que alguém atingir essa pontuação é raríssimo. Alguns jovens, como June, são os prodígios que conseguiram atingi-la.

"Designaram-me para cá, para a melhor universidade do país, aos doze anos, quatro anos antes do habitual. Eu ainda pulei meu segundo ano de faculdade. Há três anos recebo as notas máximas na Universidade de Drake. Eu sou inteligente. Tenho o que a república define como bons genes." 

Se a criança atingir de 1450 a 1499 pontos, passa por seis anos no ensino médio e depois é direcionada a uma universidade qualificada, onde ficará por quatro anos. Se conseguir de 1250 a 1449 pontos, vai para o ensino médio e depois para uma faculdade. Já os jovens que marcam de 1000 a 1249 pontos não podem frequentar nem o ensino médio, e trabalham em péssimas condições. São os pobres, como a família de Day.

Na verdade, isso "acontece" na teoria. Na prática, é bem diferente. Mas não vou contar pra vocês.

"Exceto que isso tudo é mentira. Uma criança inferior com maus genes não é útil ao país."


Informações técnicas

A capa desse livro é uma das mais bonitas que já vi. A editora Rocco se superou, pois ficou maravilhosa! O livro, em si, é pequeno, e como consequência, possui letras pequenas. Mas não me atrapalhou nem um pouco no decorrer da leitura. As páginas do livro são amareladas, e nos cantos há "sombras", que, imagino, foram colocadas para realçar a tensão da história. Ah, o livro possui 256 páginas.
Foto autoral.

Foto autoral. 

Foto autoral.
Foto autoral.

Foto autoral.
Um detalhe que me chamou atenção é que os capítulos são alternados entre June e Day. A fonte da narração dele é diferente da dela. E na frente do nome de June (no início de seus capítulos) há o brasão como o da capa. No de Day, não. Acho que isso representa que ela está a favor do governo, e que ele é um criminoso. O mais procurado do país. Enfim, gostei disso, porque são pequenas coisas que completam um livro.

Foto autoral.

Foto autoral.

Minha opinião

Bem, posso começar escrevendo que dei 5 estrelas para esse livro. Primeiro, porque a escrita da autora é tão cativante que quando percebi, estava na página 90, 100, 120...

Segundo, a história propriamente dita. Acho que, apesar de alguns elementos clichês no enredo, é uma ideia original e única. Legend nos traz a visão de dois personagens com vidas totalmente opostas que acabam se cruzando pelo acaso. O desenvolvimento flui, nos carregando junto com os personagens. Vivemos todos os acontecimentos ao lado deles. apesar de eu ter desconfiado de várias coisas certas antes deles

E falando nisso, quero dizer que gostei muito dos revezamentos na narração. Contribuiu para que eu conhecesse melhor a personalidade de Day e June, na visão deles mesmos, e um do outro. A leitura não foi cansativa em momento nenhum!

O enredo é tão cheio de ação e tensão que simplesmente não consigo imaginar os protagonistas com a minha idade! Apesar de saber que são jovens, sempre imagino pessoas mais velhas. Não sei, é que eles passaram por tanta coisa que fica difícil pensar que tem apenas quinze anos.

E se tenho algo "ruim" a dizer desse livro, é muito pouco: achei que a autora podia ter aprofundado mais na questão do governo e os motivos que os levaram a fazer tal coisa. Para mim, essas descobertas/explicações foram muito breves. Pode ser que ela fale mais sobre isso nos próximos livros, mas nesse, achei que faltou um pouco disso. Porém, nada que afetasse o enredo diretamente.

Não tenho nenhum ponto que me leve a não recomendar esse livro a alguém ou algo assim. Se me perguntarem se indico Legend, eu responderei na hora que sim.

*Atualização: terminei o segundo livro e só posso dizer: maravilhoso! Favorito com certeza. <3

Então, é isso gente. O que vocês acharam desse livro? Já leram?
Beijos!

4 comentários:

  1. Olá!
    Eu ameeei Legend! Preciso muito continuar com os outros livros <3

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!! Ele é realmente muito bom <3
      Eu já estou lendo o segundo, e tá bem legal *-*
      Beijos!

      Excluir
  2. Olá,
    Não sou muito de ler distopias, mas essa parece ser bem interessante.
    Gostei das fotos.

    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Essa é interessante mesmo *---*
      Obrigada!
      Bjs

      Excluir

Deixe a sua opinião aqui embaixo, é muito importante pra gente! Vamos responder o mais rápido possível, então volte aqui para ler nossa resposta. *-*

Ah, não se esqueça de colocar o link do seu blog no fim do comentário. Assim, conhecemos o cantinho de vocês também.❤

www.coisinhasaleatorias.blogspot.com.br

Tema Base por Butlariz . Edições feitas por Mariana Fialho. Tutoriais utilizados dos blogs ButLariz, Cherry Bomb, Elaine Gaspareto e Follow Your Dreams